Tag Archives: autoestima

Dependência Emocional – Você pode conhecer alguém com este transtorno

A dependência emocional é um transtorno psicológico que afeta não só quem o possui como também a pessoas com quem há o relacionamento. Esta condição comportamental e emocional afeta a capacidade do indivíduo de se relacionar.

Geralmente este distúrbio surge entre um casal, mas também há as exceções de quem depende de algum amigo ou parente. Torna-se algo muito difícil e de grande sofrimento tomar decisões sozinho, é como se não houvesse capacidade, e é preciso o auxílio de alguém que considere mais esperto ou que a pessoa julgue mais inteligente e confiável.

A dependência emocional se alimenta de convencionalismos sociais e culturais. Vivemos em uma sociedade que nos bombardeia com a ideia de que ter um parceiro é necessário para ser feliz. Assim, a dependência emocional nos mantém em relações que não funcionam. Ela faz com que muitos permaneçam em relacionamentos que não lhes fazem felizes, o que gera um mal-estar emocional significativo. Além disso, contribui para a inércia diante de problemas como a violência física ou psicológica.

A dependência emocional na maioria dos casos provém de uma fragilidade adquirida ainda na infância, no crescimento em uma família com muitos conflitos e pouco suporte para a criança. Excesso de regras, punições e falta de amparo, segurança, carinho e amor causam a grande dependência afetiva e esta pessoa procurará por quem supra sua carência e insegurança na fase adulta da vida, mas o oposto também pode despertar este transtorno.

Dicas para se tornar Menos Dependente

Trabalhe a sua autoestima; procure dividir o seu tempo com outras pessoas, como amigos mais próximos e familiares; procure programar o seu dia sem depender do parceiro para realizar as tarefas. E aos poucos aprenda a estar só. Entretanto, se não conseguir sozinho, está tudo bem procurar ajuda profissional. Aceitar um problema é o primeiro passo do tratamento, e tenha a certeza que se fortalecer individualmente só lhe trará crescimento pessoal e relacionamentos (amorosos ou não) estáveis e felizes.

Autoestima

A maioria dos problemas psicológicos, são envolvidos com algum tipo de autoestima baixa ou autoestima alta.

Na autoestima baixa você não está gostando da pessoa que você está representando em sua sociedade. Não gosta da pessoa que você se vê. Você não está gostando da pessoa que você está sendo se relacionando com outras pessoas.

Na autoestima alta é o contrário, nessa situação onde você se encontra é o verdadeiro “Estou me achando”, “estou me sentindo o máximo”, também traz alguns problemas emocionais.

De mais é ruim e de menos é ruim.

Para as pessoas com autoestima baixa: Lembre-se que você não é só essa pessoa que você está vendo, você é muito mais. Você é pai, você é mãe, você é filho, você é estudante, você é trabalhador. Existem várias coisas que você faz na vida que são boas, não é só os pontos negativos que você está enxergando neste momento.

Para você, que tem a autoestima muito alta: Pare e preste atenção, pois existem muitos defeitos em você, tantos defeitos quanto qualidades.

A nossa intenção aqui é equilibrar as duas situações. Nem pouco me achando, nem muito me achando.