Depressão na Aposentadoria

O isolamento social e a falta de planejamento financeiro são alguns dos principais fatores de risco para a depressão pós aposentadoria. O problema é cada vez mais comum e só tende a aumentar, pois a população idosa deve triplicar até 2050 e incluir 29,3% dos brasileiros, segundo o IBGE.

Como evitar a depressão pós aposentadoria:

Faça um planejamento financeiro

A preparação para a vida após aposentadoria deve começar bem antes dessa fase chegar. Planeje como poupar dinheiro e ter investimentos que completem a renda para você ter o estilo de vida que deseja e tranquilidade ao se aposentar.

Tenha um hobby 

Faça jardinagem, cozinhe, seja voluntário em algum projeto. Pense em alguma atividade que te dê prazer e que possa fazer parte do seu dia a dia depois que você deixar de trabalhar. Ao transferir o foco do seu trabalho para um hobby, você se sente útil e pode conhecer novas pessoas.

Pratique exercício físico

Praticar exercícios físicos regularmente provoca a liberação de endorfina, o que promove a sensação de bem-estar e contribui para diminuir o risco de depressão. Além disso, melhora a qualidade do sono e a autoestima.

Evite a solidão

Se sentir sozinho é um dos principais fatores de risco para a depressão pós aposentadoria. Portanto, é muito importante você se cercar de amigos e familiares.

Não tenha vergonha de envelhecer 

Aceitar a idade é essencial para você se sentir bem consigo mesmo e para aproveitar a vida após aposentadoria. Admita que o corpo pede descanso e cuidados, e valorize o conhecimento e a experiência.

Fique atento aos sintomas e sempre que preciso, procure ajuda profissional!