A Analogia do Urso Polar

Daniel Wegner foi um psicólogo social que criou a teoria do processo irônico. Ele descobriu que quanto mais tentamos reprimir nossos pensamentos mais eles tendem a aparecer em um efeito rebote.

Faça o teste, tente não pensar em um urso polar. Agora você deve estar pensando nele. Ou, se você realmente tentar, sua mente se divide em duas, uma parte (a mais obediente) afasta os pensamentos sobre o urso e tenta achar outra coisa para pensar, enquanto a outra fica checando se você está ou não pensando em um urso polar. E aí, pronto, você acaba de lembrar do urso.

Isso vale para pensamentos negativos e/ou obsessivos, que ficam pairando em nossas mentes, nos deixando para baixo, frustrados e que parecem nunca nos abandonar. Ao tentar se livrar deles tentando não pensar no assunto, mais recorrentes e insistentes serão esses pensamentos.

No dia a dia, precisamos identificar o que temos controle e o que não temos, aprender a aceitar o que não controlamos e agir da maneira certa sobre o que está em nosso controle. A vida é uma sucessão de problemas e soluções que criam novos problemas. Vamos querer evitar isso? Evitar metade da vida? O que vai sobrar então?

Aceitar a vida, os sentimentos, as emoções, os pensamentos, observar e aprender com eles é uma boa forma de fugir do círculo vicioso de produzir emoção negativa por tentar fugir dela.

Existem vários métodos para poder se livrar de pensamentos obsessivos e negativos, como por exemplo a meditação e a escrita. São atitudes pequenas que requerem muita disciplina e empenho, mas que com o passar dos dias, trarão ótimos resultados em sua vida.